Como avaliar a prioridade dos objetivos estratégicos

8 de junho de 2020 - Objetivos Estratégicos, Planejamento Estratégico Pessoal

Como avaliar a prioridade dos objetivos estratégicos

Este post é continuação de um outro post publicado no blog, o qual apresenta o conceito e requisitos dos objetivos estratégicos. Se desejar acessá-lo, clique no link logo acima.

Neste post, você aprenderá como avaliar seus objetivos estratégicos.

Uma vez concluída a fase de formulação dos Objetivos Estratégicos, é chegada a hora de avaliá-los. 

É muito importante que essa avaliação seja feita logo após a formulação dos objetivos estratégicos. Dessa forma, se a avaliação apresentar uma eventual não conformidade, será possível reformulá-los ou, se for o caso, substituí-los.

A falta dessa avaliação, por sua vez, pode fazer com que você “apoie sua escada no muro errado”, correndo o risco de se afastar do caminho que levará você até o futuro desejado. Isso pode, ainda, aumentar o tempo de sua caminhada até chegar lá.

É por essa razão que a avaliação dos objetivos estratégicos não pode ser negligenciada no processo de planejamento estratégico pessoal.

Uma avaliação adequada dos objetivos estratégicos deve examinar os seguintes aspectos principais:

  • O seu alinhamento com outros aspectos do processo de planejamento estratégico pessoal;
  • A qualidade da sua formulação;
  • A prioridade da sua execução.

Neste post, trataremos especificamente da avaliação da prioridade dos objetivos estratégicos.

Após ter avaliado o alinhamento e a qualidade dos objetivos estratégicos, deve ser avaliada sua prioridade, com o intuito de estabelecer a ordem preferencial em que eles serão perseguidos. Para essa finalidade, os seguintes aspectos deverão ser avaliados:

Avaliação da Prioridade dos Objetivos Estratégicos

  • Importância
  • Urgência
  • Facilidade de Implantação
  • Tendência

Essa avaliação é realizada por meio de uma adaptação do método GUT (Gravidade, Urgência e Tendência), o qual é frequentemente utilizado em programas de qualidade. Essa ferramenta responde racionalmente às questões: o que devemos fazer primeiro? Por onde devemos começar?

No contexto do processo de Planejamento Estratégico Pessoal, tal modelo foi adaptado, de forma a considerar os seguintes critérios:

Importância da Implantação

Esse critério avalia o impacto do objetivo para o alcance do futuro desejado. A legenda a ser utilizada para realizar essa avaliação é apresentada na tabela a seguir.

importância do objetivo

Urgência do Objetivo

Esse critério avalia a urgência de se alcançar o objetivo. Quanto maior for a urgência percebida pelo avaliador, maior deverá ser a nota atribuída. A legenda a ser utilizada para realizar essa avaliação é apresentada na tabela a seguir.

urgência do objetivo

Facilidade da Implantação

Esse critério avalia a facilidade para atingir o objetivo, considerando os recursos financeiros e o tempo necessários. Quanto maior for a facilidade percebida pelo avaliador, maior deverá ser a nota atribuída. A legenda a ser utilizada para realizar essa avaliação é apresentada na tabela a seguir.

facilidade de implantação

Tendência

Esse critério avalia o desenvolvimento que a situação atual terá caso o objetivo não seja alcançado. Quanto mais prejudicial for a tendência percebida pelo avaliador, maior deverá ser a nota atribuída. A legenda a ser utilizada para realizar essa avaliação é apresentada na tabela a seguir.

tendencia objetivo

Com base nas avaliações, podemos agora montar uma tabela para a esquematização da atribuição de nota aos Objetivos Estratégicos e seus Critérios no ranking avaliativo, conforme a figura a seguir.

tabela avaliação prioridade objetivos estratégicos

Com base nas notas atribuídas, podemos agora calcular a nota média para cada Objetivo Estratégico, a Classe de Prioridade (Alta, Média Alta, Média Baixa ou Baixa) e a posição relativa de cada Objetivo Estratégico no ranking da avaliação, conforme mostram a tabela e o gráfico seguintes.

tabela ranking avaliação prioridade objetivos estratégicos gráfico avaliação prioridade objetivos estratégicos

Cabe assinalar que as Classes de Prioridade são determinadas da seguinte forma:

  • Classe Alta = nota média entre 4 e 5,00
  • Classe Média Alta = nota média entre 3 e 3.99
  • Classe Média Baixa = nota média entre 2 e 2,99
  • Classe Baixa = nota média entre 1 e 1,99

Uma Mensagem Final

A PERSPECTIVA Consultores Associados estuda e pesquisa este tema há muito tempo, e tem plena convicção de quanto o Planejamento Estratégico Pessoal pode ser útil e importante para um grande número de pessoas.

É exatamente essa convicção que nos levou a decidir desenvolver um Programa de Planejamento Estratégico Pessoal, o qual visa a auxiliar aquelas pessoas que sentem alguma dificuldade para elaborar seu Plano Estratégico Pessoal sozinhas.

O Programa é composto por seis etapas e dezoito módulos sequenciais que abordam todos os aspectos envolvidos no processo de elaboração do Plano de Vida ou Plano Estratégico Pessoal.

Esperamos que o conteúdo deste post tenha sido de seu interesse, estimulando-o a conhecer outros assuntos vinculados ao processo de Planejamento Estratégico Pessoal.

Por favor, deixe seus comentários abaixo. Eles serão sempre do nosso interesse e de todos nossos leitores, ajudando-nos a melhorar de forma continua o conteúdo do blog. 🙂

🎯 Planejamento Estratégico Pessoal

Torne-se o Arquiteto do seu Próprio Destino

Para pessoas que sentem alguma dificuldade para elaborar seu Planejamento Estratégico Pessoal sozinhas, a Perspectiva Consultores Associados desenvolveu um Programa que constitui um guia passo a passo que conduzirá o participante no processo de elaboração do seu Plano Estratégico Pessoal, através de “deveres de casa”, que serão propostos nas diversas Fases do Programa.

Saiba mais sobre o Programa

Deixe seu comentário