Uso da Matriz SWOT no Planejamento Estratégico Pessoal

6 de fevereiro de 2018 - Planejamento Pessoal

A Matriz SWOT é uma ferramenta muito utilizada para realizar o Diagnóstico Estratégico no âmbito empresarial. Ela foi desenvolvido pelo norte-americano Albert Humphrey, durante o desenvolvimento de um projeto de pesquisa na Universidade de Stanford entre as décadas de 1960 e 1970, usando dados da Fortune 500, uma revista que compõe um ranking das maiores empresas americanas.

No entanto, ela também pode ser utilizada com vantagens na elaboração do Plano Estratégico Pessoal, com o intuito de identificar os fatos e circunstâncias que facilitam ou dificultam o cumprimento de sua Missão e sua caminhada rumo à sua Visão (seu futuro desejado).

De acordo com este modelo, existem situações e circunstâncias que facilitam ou dificultam o cumprimento da Missão e a caminhada rumo à sua Visão, os quais se classificam em quatro grupos, dependendo se elas são internas ou externas e se são favoráveis e desfavoráveis.

Como você dever ter percebido, o nome deste modelo é dado pelas iniciais dos quatro elementos que ele identifica. S (Strengths); W (Weaknesses); O (Opportunities); e T (Threats).

A aplicação deste modelo deve levar em consideração dois grupos de informação produzidos em etapas anteriores do processo de planejamento estratégico pessoal. São eles: Os resultados da Etapa de Autoconhecimento (Autobiografia, Roda da Vida, Perfil Comportamental, Perfil Motivacional, Janela de Johari, e Sonhos, Expectativas e Preferências); e os Direcionadores Estratégicos (Missão, Visão e Valores), conforme ilustra a figura seguinte.

Identificando seus Pontos Fortes

Os Pontos Fortes são fatos ou circunstâncias internas que favorecem o cumprimento da Missão e facilitam a caminhada rumo ao futuro desejado.

Para identifica-los, você deve refletir sobre suas características, aptidões, experiências, conhecimentos e outros diferenciais que você possui e que constituem facilitadores para o cumprimento da sua Missão e alcance da sua Visão.

Trata-se de listar os aspectos internos que o tornam único e especial e que fazem de você uma pessoa diferente das demais.

Para facilitar seu trabalho, resgate as coisas positivas que os outros dizem sobre você, formal e informalmente. Anote os pontos que costumam lhe auxiliar em situações difíceis e pense nos motivos pelos quais as pessoas costumam lhe procurar, em busca de auxílio.

Pode ser muito útil refletir sobre seus pontos fortes com base em perguntas específicas, tais como:

  • Qual sua característica mais elogiada?
  • O que você faz de melhor?
  • Quais suas competências mais valorizadas?
  • Qual seu nível de experiência na profissão que deseja prosperar?
  • Quais suas maiores habilidades e competências?
  • Possui cursos e especializações na área que quer trabalhar?
  • Possui proficiência em idiomas?
  • Qual acredita ser seu maior diferencial?
  • Sua situação financeira lhe permite investir no seu desenvolvimento pessoal e profissional?
  • Conta com o apoio e incentivo da sua família para alcançar seu futuro desejado?

Entre os Pontos Fortes identificados com maior frequência, cabe destacar os seguintes:

  • Proatividade;
  • Determinação;
  • Flexibilidade;
  • Experiência;
  • Situação financeira;
  • Capacitação;
  • Estabilidade emocional.

Identificando seus Pontos Fracos

Os Pontos Fracos são fatos ou circunstâncias internas que prejudicam o cumprimento da Missão e dificultam a caminhada rumo ao futuro desejado.

Para identificá-los, você deve pensar em tudo aquilo que faz parte do seu perfil e que bloqueia o seu crescimento e desenvolvimento, dificultando o cumprimento da sua Missão e alcance da sua Visão. Levante os pontos de melhoria e considere as características que fazem ou fizeram falta no passado para o atingimento determinado objetivo.

As perguntas específicas que podem lhe ajudar a identificar seus pontos fracos, incluem:

  • Que tipo de atividade você não gosta ou não sabe executar?
  • Quais são as suas dificuldades técnicas?
  • Você tem algum comportamento sabotador?
  • Quais atividades você não gosta de realizar?
  • Há feedbacks de pontos que precisam de melhoria? Quais?
  • Quais habilidades e competências a serem desenvolvidas?
  • Que tipos de críticas já recebi?
  • No que já me senti frustrado?
  • O que evito fazer?

Entre os Pontos Fracos identificados com maior frequência, cabe destacar os seguintes:

  • Baixa qualificação;
  • Endividamento;
  • Procrastinação;
  • Resistência a mudanças;
  • Indisciplina;
  • Inexperiência.

Identificando suas Oportunidades

As Oportunidades são fatos ou circunstâncias externas que favorecem o cumprimento da Missão e facilitam a caminhada rumo ao futuro desejado.

Para identificá-las, faça uma avaliação sobre todas as possibilidades externas que pode aproveitar, de acordo com aquilo que deseja para o seu futuro. Com as oportunidades mapeadas ficará muito mais fácil criar uma estratégia e definir os passos que precisa seguir para conquistar o futuro desejado.

As perguntas específicas que podem lhe ajudar a identificar suas oportunidades, incluem:

  • Sua empresa lhe proporciona oportunidades de desenvolvimento profissional?
  • Possui um networking que pode lhe ajudar a caminhar rumo ao futuro desejado?
  • A oferta de empregos na área na qual deseja trabalhar está em alta?
  • Conheço pessoas que já atingiram um futuro desejado parecido com o meu?
  • Existe estabilidade política e econômica no País?
  • Há oferta de cursos para adquirir os conhecimentos de que preciso?
  • Existem financiamentos subsidiados para as atividades que pretendo realizar?
  • Há ofertas de franquias no setor no qual pretendo empreender?

Entre as Oportunidades identificadas com maior frequência, cabe destacar as seguintes:

  • Apoio familiar;
  • Perspectivas de crescimento profissional;
  • Oportunidades de desenvolvimento profissional;
  • Incentivos e benefícios para a terceira idade;
  • Filhos independentes;
  • Ofertas de emprego;
  • Disponibilidade de financiamentos.

Identificando suas Ameaças

As Ameaças são fatos ou circunstâncias externas que prejudicam o cumprimento da Missão e dificultam a caminhada rumo ao futuro desejado.

Para identificá-las, faça uma avaliação sobre todas as dificuldades e obstáculos externos que podem atrapalhar seus esforços para cumprir sua Missão e caminhar rumo à sua Visão. Com as ameaças mapeadas ficará muito mais fácil criar estratégias para atenuá-las, contorná-las ou eliminá-las a fim de viabilizar a conquista do futuro desejado.

As perguntas específicas que podem lhe ajudar a identificar suas ameaças, incluem:

  • O risco de ficar desempregado é alto?
  • O mercado no qual pretende atuar está em queda?
  • A concorrência é alta na sua área de atuação?
  • Existe instabilidade econômica e política no País?
  • A inflação tem ultrapassado as metas nos últimos meses e apresenta tendência ascendente?
  • Existe algum projeto de lei em tramitação que onere ou imponha limitações ao setor no qual você atua ou pretende atuar?
  • Existem planos de carreira na empresa em que trabalha ou outros incentivos ao crescimento?

Entre as Ameaças identificadas com maior frequência, cabe destacar as seguintes:

  • Crise econômica;
  • Risco de desemprego;
  • Desentendimentos familiares;
  • Doenças oportunistas;
  • Violência urbana;
  • Concorrência acirrada.

Conclusão

Conhecer seus Pontos Fortes e Fracos, bem como suas Oportunidades e Ameaças, é essencial para elaborar um Plano Estratégico Pessoal de qualidade, dado que esta informação lhe permitira estabelecer estratégias, objetivos e planos de ação perfeitamente alinhados com suas circunstâncias e características pessoais.

Por sua vez, elaborar um Plano Estratégico Pessoal é, sem dúvida, uma atividade de extrema relevância para qualquer pessoa, independentemente de idade, sexo, escolaridade e profissão.

O Planejamento Estratégico Pessoal, que é o processo através do qual se elabora o Plano de Vida, possibilita:

  • Aumentar significativamente seu nível de autoconhecimento (diagnóstico estratégico).
  • Identificar seus direcionadores estratégicos (Missão, Visão e Valores).
  • Definir objetivos e metas para equilibrar e aumentar o seu nível de satisfação pessoal.
  • Estabelecer os planos de ação necessários para alcançar seus objetivos.
  • Selecionar indicadores que lhe permitirão monitorar e controlar a execução dos planos de ação.

A PERSPECTIVA Consultores Associados estuda e pesquisa este tema há muito tempo, e tem plena convicção de quanto o planejamento estratégico pode ser útil e importante para um grande número de pessoas.

É exatamente esta convicção que nos levou a decidir desenvolver um Programa de Planejamento Estratégico Pessoal, o qual, muito mais do que um negócio, constitui uma ação de responsabilidade social da empresa.

O Programa é composto por seis etapas e dezoito módulos sequenciais que abordam todos os aspectos envolvidos no processo de elaboração do Plano de Vida ou Plano Estratégico Pessoal.

O Programa de Planejamento Estratégico Pessoal NÂO É apenas um curso. Trata-se de uma consultoria de processo que permite aos participantes elaborar, passo a passo seu Plano Estratégico Pessoal, através dos “deveres de casa” feitos após a conclusão de cada módulo do Programa.

Se você deseja conhecer mais detalhes sobre o Programa de Planejamento Estratégico Pessoal da Perspectiva Consultores Associados, clique aqui.

Se você quer conversar com um dos nossos consultores, basta entrar em contato conosco através do e-mail perspectiva@perspect.com.br

Deixe seu comentário