Marketing do Sistema de Gestão da Qualidade

29 de julho de 2022 - Gestão de Recursos Humanos, Qualidade Gerencial

Empresário surpreso no escritório olhando para tablet digital - Marketing do Sistema de Gestão da Qualidade

Como qualquer produto ou serviço, o Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial deve ser “comprado” pela clientela para a qual foi desenvolvido. 

O primeiro requisito para que isto ocorra é que ele atenda a uma necessidade real da organização porque, caso contrário, se tornaria um produto supérfluo de difícil “venda”. 

Como sabemos, este requisito é plenamente atendido pelo Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial, dado que ele utiliza como referência básica para pautar sua atuação o Perfil Gerencial Desejado, que corresponde ao instrumento através do qual a organização estabelece suas necessidades nesta área.

Por outro lado, se ao definir este Perfil Gerencial Desejado,conforme orientam as boas práticas, é consultado o corpo gerencial da organização, existirá a certeza de que o Perfil Desejado, além de atender às necessidades empresariais, conta com o aval e o comprometimento dos gerentes. Isto reforça a ideia de que o Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial atenderá, efetivamente, uma real necessidade organizacional.

O segundo requisito é que o atendimento daquela real necessidade seja feito dentro das especificações exigidas pelo cliente. 

Também neste caso, o Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial é concebido de forma a atender plenamente esta segunda exigência. A garantia de que este requisito foi satisfeito é dada pela participação sistemática do cliente (o corpo gerencial) em todas as fases importantes do Sistema, pela tecnologia que ele utiliza, pela abrangência de suas ações, pela qualificação e experiência da equipe responsável pela qualidade gerencial, pela modernidade de seus instrumentos e sistemas de apoio, etc.

O terceiro requisito é que existam mecanismos de divulgação, promoção, propaganda e distribuição do produto capazes de motivar os clientes, incentivando o consumo do mesmo. Estes mecanismos devem lembrar, permanentemente, as qualidades do produto, suas vantagens para o consumidor, sua marca, os locais onde ele está disponível e os benefícios para quem o consome. Este é, em resumo, o papel deste marketing em relação ao Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial.

Neste post são apresentados alguns mecanismos e instrumentos que podem ser utilizados para realizar o marketing do Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial.

Logotipo do Sistema

O logotipo ou logomarca é basicamente um símbolo visual que permite uma identificação rápida de uma empresa, de um produto ou de um serviço, propiciando condições para que o observador crie uma série de associações entre o símbolo e as principais características do objeto a ele vinculado. É esta também a finalidade do logotipo do Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial. O seu papel é diferenciar este sistema de outros sistemas empresariais.

Alguns aspectos devem ser observados para criar o logotipo, dentre os quais cabe destacar:

  • Ele deve facilitar a identificação do objeto a ele vinculado. No caso do Sistema de Qualidade Gerencial, isto poderia ser conseguido através da utilização, no logotipo, das iniciais do Sistema;
  • Ele deve propiciar a associação do Sistema com a empresa. Isto poderia ser viabilizado pelo uso do logotipo da organização como parte do logotipo do Sistema;
  • Ele deve ser agradável à visão. Para isto é recomendável utilizar poucas cores, de preferência neutras;
  • Ele deve ser memorizado facilmente, viabilizando desta forma a rápida identificação do objeto que ele simboliza;
  • Ele deve ser original, evitando ao máximo a possibilidade de coincidências com outros símbolos já existentes.   

Uma vez desenvolvido o logotipo do Sistema de Qualidade Gerencial, deverá ser utilizado em todos os instrumentos e documentos que fazem parte do Sistema, tais como: correspondências, formulários, palestras e apresentações, folders, cartazes, jornais, etc. 

Desta forma, em curto espaço de tempo, os gerentes conseguirão rapidamente identificar o Sistema através do logotipo e criar associações entre ele e suas principais características, diferenciando-o de outros sistemas empresariais.

Decálogo do Gerente

O decálogo é outro mecanismo de marketing do Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial cuja finalidade principal é expressar, em frases curtas, os principais atributos, atitudes e comportamentos que caracterizam um gerente ideal.

O decálogo deve ser afixado em locais visíveis, de preferência na sala de cada gerente, de tal forma a ser observado permanentemente.

Guardadas as proporções, o decálogo do gerente atua como um código de ética que, de certa forma, traduz de forma didática alguns compromissos fundamentais entre a empresa e o corpo gerencial.

A seguir são apresentadas, a título de exemplo, algumas frases que poderiam constar do decálogo do gerente:

  • O Gerente deverá possuir uma visão adequada do ambiente em que atua a empresa e seus condicionamentos, o que lhe permitirá redefinir objetivos e formas de atuação em função de mudanças no ambiente externo;
  • O Gerente deverá conhecer e estar comprometido com a Missão, Visão, políticas, estratégias, objetivos e metas da empresa, empenhando-se para que sejam atingidos;
  • O Gerente deverá destacar-se não apenas por sua capacidade técnico-profissional, mas também por sua competência gerencial, estando apto a planejar, coordenar, organizar, controlar resultados e decidir eficazmente;
  • O Gerente deverá entender que uma de suas principais funções é a formação de substitutos e o desenvolvimento de pessoas. Para tanto, deverá ser capaz de distribuir tarefas, delegar autoridade, orientar e motivar pessoas, agindo como agente de desenvolvimento;
  • O Gerente deverá aplicar os recursos da empresa de forma eficiente e austera, através de uma gestão inteligente, sensível, ágil e capaz;
  • O Gerente deverá entender que, na condição de elo fundamental entre a empresa e seus empregados, será responsável pela criação de um ambiente de trabalho adequado, onde imperem o respeito, a justiça, a honestidade, a equidade e a eficiência, conciliando, na medida do possível, os interesses das pessoas e da organização;
  • O Gerente deverá rejeitar a burocratização, a lentidão do processo decisório, a ineficiência operacional e a prevalência dos meios sobre as finalidades da empresa;
  • O Gerente deverá reconhecer a importância da participação e colaboração entre diversos gerentes na solução de problemas comuns, estando consciente de que os objetivos e resultados de sua área de atuação só terão sentido na medida em que contribuírem para o desempenho da empresa como um todo;
  • O Gerente deverá ser depositário da confiança da empresa e de seus subordinados, esforçando-se para ser digno dessa confiança, ciente que da sua atuação depende, em grande parte, a imagem e o futuro da empresa;
  • O Gerente deverá atualizar-se permanentemente em relação a novas técnicas e instrumentos gerenciais que lhe permitam aperfeiçoar seu desempenho.

Rituais e Cerimônias

Os rituais e as cerimônias são frequentes nas diversas etapas da vida das pessoas. Começam desde o nascimento e vão até depois da morte. Estão presentes nas atividades religiosas, educacionais, sociais e profissionais.

A principal finalidade dos ritos e cerimônias é marcar, evidenciar e valorizar um evento relevante, normalmente relacionado com o início ou fim de uma etapa importante.

Na carreira gerencial existem várias etapas importantes e marcantes que também podem ser evidenciadas e valorizadas através de rituais e cerimônias, fazendo com que os benefícios e vantagens destas práticas sejam estendidos às atividades profissionais do gerente.

Alguns eventos importantes na carreira gerencial para os quais poderia ser conveniente estabelecer certos rituais e cerimônias são, por exemplo: a primeira designação para funções gerenciais, a primeira designação para ocupar funções de gerência intermediária e superior, o encerramento da carreira gerencial, etc.

Os rituais e cerimônias a serem criados podem adotar diversas formas como, por exemplo: realização de atos solenes para marcar o ingresso de um novo empregado na carreira gerencial, com a presença de Diretores, colegas e familiares, participação do novo gerente numa reunião de diretoria, entrevista do novo gerente com a maior autoridade da empresa, publicação de um curriculum reduzido do novo gerente no jornal da empresa, comemorações e homenagens prestadas em razão do tempo de exercício de funções gerenciais, etc.

Estes rituais e cerimônias terão um efeito motivador, dado que constituem símbolos de valorização e reconhecimento, e permitirão reforçar e solidificar os compromissos do gerente para com a organização.

Símbolos de Evolução

Os símbolos de evolução são um complemento dos rituais e cerimônias e, como estes, são utilizados com frequência em várias etapas da vida e em diversas atividades do ser humano. Eles são, via de regra, distintivos que conferem a quem os possui um determinado status ou uma certa habilitação que é reconhecida e aceita do ponto de vista social, legal, profissional, jurídico, educacional, etc.

Alguns exemplos destes símbolos de evolução são: os diplomas conferidos por uma faculdade ou por uma entidade de ensino, as estrelas que diferenciam os níveis de generalato no exército, os graus conferidos na maçonaria, os títulos honoríficos que fazem parte de um regime monárquico, etc.

No caso do Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial, estes símbolos de evolução poderiam ser utilizados, com vantagens, em pelo menos dois grupos de circunstâncias que correspondem a marcos importantes da evolução na carreira gerencial.

O primeiro grupo de circunstâncias corresponde aos momentos em que o gerente supera as diversas etapas que fazem parte do Programa Formal de Desenvolvimento Gerencial, que são basicamente três: a etapa de gerência básica, a etapa de gerência intermediária e a etapa de gerência superior. Ao final de cada uma destas etapas o gerente estará habilitado, do ponto de vista da sua formação, para assumir funções gerenciais de um determinado nível. Portanto, é um momento propício para que lhe seja conferido um distintivo que simbolize e identifique o seu novo status ou posição na carreira gerencial.

O segundo grupo de circunstâncias corresponde aos momentos em que o gerente é designado pela primeira vez para assumir funções gerenciais de um determinado nível. Também nestes casos, é oportuno que a empresa confira um distintivo que destaque e valorize o fim de uma etapa e o início de outra na carreira gerencial, evidenciando o novo status ou posição do gerente na organização.

Os símbolos de evolução, de preferência aplicados em conjunto com os rituais e cerimônias antes comentados, permitirão motivar o corpo gerencial e valorizar as principais etapas que caracterizam a evolução do empregado na carreira gerencial.

Mecanismos de Comunicação

Os mecanismos de comunicação são instrumentos vitais para o Sistema de Gestão Qualidade Gerencial e atuam em todas as etapas do processo de desenvolvimento, implantação e operacionalização do mesmo.

É através destes mecanismos que o Sistema ausculta sua clientela, atualiza o diagnóstico das reais necessidades a serem atendidas e cria condições para identificar os ajustes e adequações que precisam ser feitos, a fim de atendê-las da melhor forma possível.

Por outro lado, os mecanismos de comunicação viabilizam a efetiva participação do corpo gerencial no Sistema, contribuindo para criar um certo compromisso do gerente com o sucesso do mesmo.

Na etapa de desenvolvimento, estes mecanismos devem começar a agir desde o momento em que o Sistema de Qualidade Gerencial é apresentado pela primeira vez ao corpo de gerentes. Posteriormente, ainda nesta etapa, os mecanismos de comunicação deverão viabilizar a participação dos gerentes na descrição das funções gerenciais, na definição do perfil gerencial desejado, na complementação dos dados do perfil gerencial real, etc.

Na etapa de implantação, os mecanismos de comunicação serão acionados, principalmente, para pesquisar a opinião dos gerentes a respeito dos testes-piloto de diversos instrumentos do Sistema de Gestão da Qualidade Gerencial. Com base nestas informações é que se procederá aos ajustes necessários nestes instrumentos, antes de sua implantação definitiva.

Na etapa de operacionalização do Sistema, os mecanismos de comunicação serão extremamente importantes para avaliar os resultados obtidos pelos programas de desenvolvimento gerencial e pela sistemática de avaliação de desempenho, identificar novas necessidades a serem atendidas pelo Sistema, avaliar o desempenho da equipe de qualidade gerencial, atualizar critérios para recrutamento e seleção de gerentes, avaliar a efetividade dos mecanismos de marketing, atualização do perfil gerencial desejado, etc.

Dentre os mecanismos de comunicação utilizados com maior frequência, cabe destacar: pesquisas de opinião, entrevistas periódicas da equipe de qualidade gerencial com o corpo de gerentes, boletim informativo dirigido especificamente ao corpo gerencial, programas de sugestões, blog específico sobre assuntos de interesse gerencial, etc.

Uma Mensagem Final

A PERSPECTIVA Consultores Associados estuda e pesquisa este tema há muito tempo, e tem plena convicção de quanto uma boa Avaliação de Competências Gerenciais pode elevar o nível de qualidade gerencial e aperfeiçoar a gestão de Recursos Humanos.

É exatamente essa convicção que nos levou a decidir desenvolver um curso específico sobre este assunto, o qual se destina, principalmente, a diretores, gestores e profissionais de empresas e instituições interessadas em desenvolver e implantar uma Sistemática de Avaliação de Competências Gerenciais nas suas organizações ou que desejem melhorar as práticas hoje aplicadas para esta finalidade.

Ele também pode ser útil para consultores na área de gestão de Recursos Humanos, bem como para outros profissionais e estudantes universitários interessados nesta área.

Esperamos que o conteúdo deste documento tenha sido de seu interesse, estimulando-o a aprofundar seus conhecimentos sobre esta importante ferramenta de gestão de Recursos Humanos.

Esperamos também sua visita frequente ao nosso blog e contamos com você para compartilhar os conteúdos nele apresentados com seus familiares, amigos, colegas de trabalho, etc., através das redes sociais das quais você participa. Desta forma poderemos contribuir para o desenvolvimento e aperfeiçoamento da gestão de um número significativo de organizações.

Se você deseja conhecer mais detalhes sobre o curso sobre Avaliação de Competências Gerenciais da Perspectiva Consultores Associados, basta entrar em contato conosco através do e-mail [email protected]

E lembre-se…. “Um bom chefe faz com que homens comuns façam coisas incomuns” (Peter Drucker).

📋 Curso Online Avaliação de Competências Gerenciais

A Avaliação de Competências Gerenciais é um importante instrumento de gestão de Recursos Humanos que permite alcançar múltiplos objetivos, incluindo a obtenção de subsídios fundamentais para decisões que terão impacto no desenvolvimento e evolução profissional e salarial dos ocupantes de funções gerenciais.

Saiba mais sobre o Curso Online

Deixe seu comentário