Teoria dos Dois Fatores de Herzberg

21 de maio de 2020 - Perfil Motivacional, Planejamento Estratégico Pessoal

Teoria dos Dois Fatores de Herzberg

A Teoria Motivacional conhecida como “A Teoria dos dois Fatores” é de autoria de Frederick Irving Herzberg.

Frederick Irving Herzberg

Frederick Irving Herzberg nasceu em Lynn, Massachusetts, em 18 de abril de 1923. Foi um psicólogo americano que se tornou um dos nomes mais influentes na gestão empresarial. Ele é famoso por introduzir o enriquecimento do trabalho e a teoria dos Fatores de Motivação (teoria dos dois fatores).

Herzberg dividiu os fatores que causam satisfação e insatisfação no trabalho em duas categorias: os que atendem a necessidades instintivas das pessoas (Fatores Higiênicos) e os que atendem a necessidades humanas individualizadas (Fatores Motivacionais).

Herzberg chamou os fatores instintivos de fatores de manutenção porque eles apenas mantêm a satisfação quando presentes ou causam insatisfação quando ausentes. Contudo, não geram nenhum aumento de satisfação. Esses fatores incluem aspectos extrínsecos ao trabalho, isto é, que compõem o ambiente de trabalho, tais como: salário, condições de trabalho, supervisão, benefícios, etc.

Fazendo uma analogia com um hospital, ele os chamou de fatores higiênicos. Funcionam como a higiene no hospital: não fazem o paciente melhorar, apenas evitam que ele fique ainda mais doente. Assim, esses fatores não geram satisfação, mas evitam a insatisfação. Portanto, devem estar presentes. Caso contrário, não teremos motivação.

Os fatores vinculados às necessidades humanas individualizadas compõem as condições intrínsecas ao próprio trabalho, tais como: realização, desafio, responsabilidade e progresso. Herzberg os chamou de fatores causadores de satisfação ou motivadores. São os que, efetivamente, motivam-nos quando estão presentes.  Todavia, se não estiverem presentes, não haverá grande insatisfação.

Assim, a Teoria dos dois Fatores afirma que a satisfação no cargo é função dos fatores motivadores, intrínsecos ao próprio trabalho. A insatisfação no cargo, por sua vez, é função dos fatores extrínsecos, que formam o contexto no qual o trabalho é realizado.

A figura seguinte resume a Teoria dos dois Fatores de Herzberg.

Teoria dos Dois Fatores de Herzberg

Resumindo: podemos afirmar que a insatisfação no cargo é função do contexto: se os fatores higiênicos estiverem ausentes, geram total insatisfação, mas, se estiverem presentes, não geram grande satisfação.

Por outro lado, a satisfação no cargo é função do próprio trabalho: se os fatores motivacionais estiverem presentes, geram muita satisfação, mas, se estiverem ausentes, não geram nenhuma insatisfação.

A teoria de Herzberg, ao contrário da visão tradicional, divide os conceitos de satisfação e insatisfação em dois conjuntos separados e com efeitos unidirecionais, ou seja, os fatores motivacionais têm pouco efeito na insatisfação do trabalho, quando qualquer deles não ocorre.

Em contrapartida, os fatores higiênicos não geram efeito significativo sobre a satisfação dos trabalhadores quando estão presentes. Em outras palavras, um estado de insatisfação pode ser gerado pela ausência de fatores extrínsecos ao trabalho, como qualidade da supervisão, relações interpessoais, salário e condições de trabalho. Sua presença, no entanto, não gera grande satisfação.

A figura seguinte permite visualizar uma comparação entres as Teorias de Maslow e de Herzberg.

Teoria dos Dois Fatores de Herzberg

Uma Mensagem Final

A PERSPECTIVA Consultores Associados estuda e pesquisa este tema há muito tempo, e tem plena convicção de quanto o Planejamento Estratégico Pessoal pode ser útil e importante para um grande número de pessoas.

É exatamente essa convicção que nos levou a decidir desenvolver um Programa de Planejamento Estratégico Pessoal, o qual visa a auxiliar aquelas pessoas que sentem alguma dificuldade para elaborar seu Plano Estratégico Pessoal sozinhas.

O Programa é composto por seis etapas e dezoito módulos sequenciais que abordam todos os aspectos envolvidos no processo de elaboração do Plano de Vida ou Plano Estratégico Pessoal.

Se você deseja conhecer mais detalhes sobre o Programa de Planejamento Estratégico Pessoal da Perspectiva Consultores Associados, basta entrar em contato conosco através do e-mail perspectiva@perspect.com.br.

Esperamos que o conteúdo deste post tenha sido de seu interesse, estimulando-o a conhecer outros assuntos vinculados ao processo de Planejamento Estratégico Pessoal.

Esperamos também sua visita frequente ao nosso blog e contamos com você para compartilhar os conteúdos nele apresentados com seus familiares, amigos, colegas de trabalho, etc., através das redes sociais das quais você participa. Desta forma, poderemos contribuir para a melhoria da qualidade de vida de um número significativo de pessoas.

Por favor, deixe seus comentários abaixo. Eles serão sempre do nosso interesse e de todos nossos leitores, ajudando-nos a melhorar de forma continua o conteúdo do blog. 🙂

Deixe seu comentário