Aplicando a Avaliação da Maturidade Profissional

11 de novembro de 2022 - Gestão de Recursos Humanos, Maturidade Profissional

Aplicando a Avaliação da Maturidade Profissional

Após ter selecionado e estratificado os Fatores de Maturidade, além de ter desenhado e especificado as Curvas e Tabelas de Maturidade Profissional. É chegada a hora de efetuar, efetivamente, a referida avaliação.

Todos os aspectos prévios à aplicação da Avaliação da Maturidade Profissional foram apresentados em posts anteriores, cuja leitura recomendamos.

O primeiro passo consiste em efetuar o levantamento de todas as informações necessárias para efetuar o cálculo da Maturidade Profissional dos empregados.

A identificação completa e detalhada destas informações dependerá dos Fatores de Maturidade Profissional selecionados previamente.

Este post trata, especificamente, de como aplicar a Avaliação da Maturidade Profissional. 

Este conteúdo se destina, principalmente, a gestores e profissionais de empresas e instituições interessadas em implantar o processo Avaliação da Maturidade Profissional nas suas organizações ou que desejem melhorar o processo atualmente utilizado para esta finalidade.

Ele também pode ser útil para consultores na área de gestão de Recursos Humanos, bem como para outros profissionais e estudantes universitários interessados nesta área.

Informações Necessárias

Na maior parte dos casos, as informações necessárias para avaliar a Maturidade Profissional dos empregados incluem:

  • Data de Admissão;
  • Cursos de Formação Profissional;
  • Histórico Profissional;
  • Histórico de Treinamento;
  • Experiência Gerencial.

Em algumas empresas estas informações já estão disponíveis em bancos de dados ou na pasta funcional de cada empregado. Em outros casos, porém, será necessário efetuar um levantamento específico das informações necessárias, através de uma consulta aos próprios empregados.

Na sequência é apresentado um exemplo do formulário a ser utilizado para efetuar o levantamento das informações necessárias, quando for o caso.

Tabulação e Depuração das Informações

As informações coletadas na etapa anterior deverão ser tabuladas e depuradas, visando prepará-las para serem utilizadas, posteriormente, no cálculo da Maturidade Profissional dos empregados.

Especial atenção deve ser dada nesta etapa ao preenchimento correto e completo de todos os campos necessários, principalmente quando as informações foram fornecidas diretamente pelos empregados e não pela área de Recursos Humanos da empresa.

Se forem identificadas algumas não conformidades elas deverão ser corrigidas antes de efetuar o cálculo da Maturidade Profissional e, se isto não for possível, as informações incompletas deverão  ser simplesmente desconsideradas.

É preciso lembrar que a correção do cálculo da Maturidade Profissional e, consequentemente, do salário potencial ou de referência, dependerá da precisão e confiabilidade destas informações.

As tabelas seguintes apresentam um exemplo da tabulação das informações a serem utilizadas para o cálculo da Maturidade Profissional dos empregados, após a depuração das mesmas.

Certificação das Informações

Esta é uma etapa extremamente importante do processo de Avaliação da Maturidade Profissional.  Ela visa validar as informações que serão utilizadas para efetuar a referida avaliação.

Quando a origem das informações é a área de Recursos Humanos, presume-se que estas informações já foram validadas quando elas foram cadastradas no banco de dados da empresa, ou quando elas foram arquivadas nas respectivas Pastas Funcionais.

Porém, quando as informações são fornecidas diretamente pelos empregados, a validação delas se torna essencial.

Alguns aspectos que devem ser necessariamente verificados no processo de validação de informações são relacionados a seguir:

  • Comprovação da experiência profissional, através de registros na Carteira de Trabalho, registros internos da própria empresa ou declarações de outras empresas ou instituições nas quais o empregado prestou serviços;
  • Comprovação da participação em eventos de treinamento, através de certificados ou declarações emitidos pela instituição que ministrou tais eventos, indicando as datas de início e término, bem como a carga horária respectiva;
  • Exclusão de eventos de treinamento não compatíveis com as atividades desempenhadas pelo empregado ou com as atividades da empresa;
  • Comprovação do nível de escolaridade e formação dos empregados, através de diplomas ou certificados emitidos por instituições de ensino, devidamente reconhecidas pelo Ministério da Educação;
  • Exclusão de formações profissionais não compatíveis com as atividades desempenhadas pelo empregado ou com as atividades da empresa;
  • Comprovação da carga horária mínima para cursos de especialização ou MBA´s, de acordo com o que estabelece o Ministério da Educação (360 horas).

Normalmente, a responsabilidade pela certificação de informações deve ser da área de Recursos Humanos da empresa e o ônus da prova deve ser dos próprios empregados.

Cálculo da Maturidade Profissional

Nesta etapa é avaliada a Maturidade Profissional dos empregados, com base nas informações certificadas na etapa anterior.

Para efetuar esta avaliação é preciso, inicialmente, identificar a pontuação de Maturidade Profissional obtida pelos empregados em cada um dos Fatores de Maturidade selecionados. Após ter calculado a pontuação de Maturidade Profissional referente a todos os Fatores de Maturidade será possível calcular a Maturidade Profissional Global.

O processo de cálculo da pontuação da Maturidade Profissional num Fator específico é muito simples, conforme mostra o exemplo seguinte.

Se um empregado tiver uma carga horária total certificada de atividades de treinamento correspondente a 450 horas, por exemplo, basta consultar a tabela de estratificação deste Fator, definida na etapa de Estratificação de Fatores de Maturidade Profissional, a qual indica que a pontuação de Maturidade Profissional desse empregado, para este Fator será de 400 pontos, conforme mostra a figura seguinte.

Igual procedimento deverá ser adotado para todos os Fatores de Maturidade Profissional selecionados.

A Maturidade Profissional Global é calculada através da seguinte expressão:

Onde:

MPGx = Maturidade Profissional Global do empregado “x”.
MPFi = Pontuação de Maturidade Profissional referente ao Fator de Maturidade “i”.
PRFi = Peso Relativo do Fator de Maturidade Profissional “i”.
i = Número de Fatores de Maturidade Profissional Selecionados, variando entre 1 e “n”.

Deve ser aplicada uma fórmula para cada Grupo Ocupacional, dado que os Fatores de Maturidade Profissional selecionados, bem com os pesos relativos, podem ser diferentes.

A figura seguinte apresenta um exemplo do cálculo da Maturidade Profissional de um determinado empregado, incluindo a pontuação obtida em cada um dos Fatores de Maturidade considerados, bem como a pontuação global, a qual considera o conjunto dos Fatores selecionados, bem como seus respectivos pesos relativos.

Uma Mensagem Final

A PERSPECTIVA Consultores Associados estuda e pesquisa este tema há muito tempo, e tem plena convicção de quanto a Avaliação da Maturidade Profissional pode aperfeiçoar a gestão de Recursos Humanos.

É exatamente essa convicção que nos levou a decidir desenvolver um curso específico sobre este assunto.

Esperamos que o conteúdo deste documento tenha sido de seu interesse, estimulando-o a aprofundar seus conhecimentos sobre esta importante ferramenta de gestão de Recursos Humanos.

Esperamos também sua visita frequente ao nosso blog e contamos com você para compartilhar os conteúdos nele apresentados com seus familiares, amigos, colegas de trabalho, etc., através das redes sociais das quais você participa. Desta forma poderemos contribuir para o desenvolvimento e aperfeiçoamento da gestão de um número significativo de organizações.

Se você deseja conhecer mais detalhes sobre o curso de Avaliação da Maturidade Profissional da Perspectiva Consultores Associados, basta entrar em contato conosco através do e-mail [email protected]

E lembre-se…. “Maturidade tem mais a ver com o tipo de experiência que você teve na vida, do que com quantas velas você apagou”. (William Shakespeare).

🎯 Planejamento Estratégico PessoalTorne-se o Arquiteto do seu Próprio Destino

Para pessoas que sentem alguma dificuldade para elaborar o seu Plano de Vida sozinhas, a Academia Perspectiva desenvolveu um Programa que constitui um guia passo a passo que conduzirá o participante no processo de elaboração do seu Plano Estratégico Pessoal, através de “deveres de casa”, que serão propostos nas diversas Fases do Programa.

Podem participar deste Programa todos aqueles interessados em aumentar seu nível de autoconhecimento, bem como o equilíbrio entre os diversos aspectos essenciais da vida, além de estabelecer objetivos e planos de ação que lhes permitam focar e concentrar seus esforços, recursos e energia em prol de uma vida mais plena e mais alinhada com sua Missão, Visão e Valores e, portanto, mais feliz.

Saiba mais sobre o Programa

Deixe seu comentário